A primeira luz de António Conceição Júnior

Prefiro situar-me nas margens

Quem o diz é
António Conceição Júnior, um dos mais destacados artistas de Macau. Afirma que não tem vocação para o feérico e daí a vocação solitária e solidária. São estes alguns dos pontos de uma entrevista, onde discorre ainda sobre a paisagem cultural, a sua actividade, a obra de arte, falando da obscuridade como fundo da vida. O fio da compreensão está na disponibilidade do encantamento, afirma nas páginas do Hoje Macau na edição de hoje.
Uma exposição e um livro assinalam o seu regresso público.
É já amanhã, Sexta-feira, pelas 18 e 30, no Clube Militar.

ENTREVISTA QUE PODE SER SEGUIDA NA SUA TOTALIDADE AQUI.
[TEXTO E FOTOS FABRICADOS @ BLOOMLAND.CN]

2 Comments:

  1. Speedy said...
    Uhmm, eu acho que ele fou o meu prefessor de trabalhos manuais.
    ring said...
    E quem és tu, Speedy?

Post a Comment





Copyright 2006| Templates by GeckoandFly modified and converted to Blogger XNL by Blogcrowds and tuned by Bloom * Creative Network.
No part of the content of the blog may be reproduced without notice and the mention of its source and the associated link. Thank you.