Triângulo Amoroso das Bermudas #4 (versão beta)

Ontem poderia ter sido Quinta-feira. Que não foi.
Hoje poderia ter sido véspera desse dia. Que também não foi.

Mas entre nós, na duração translativa de ontem em hoje,
sonhei pela primeira vez contigo.

Definido como lúcido esse meu sonho,

explorando a própria mente e a violar as regras da minha vida desperta,
na vaga lembrança de ter superado restrições com algum sabor a felicidade.

E sei que entre ontem e hoje,
entre nós,
nunca poderei ser acusada de falta de coragem,
porque percorri com dificuldade e com os meus próprios pés
quilómetros que me levaram às portas das minhas fragilizadas emoções,

sem trazer resquícios de um sentimento que também julgo ter sido teu,

como

álbuns de fotografias por tirar,
com rostos despercebidos
que poderiam ter sido os nossos,

ou rascunhos por escrever,
de um amor vivido entre dois corpos,
debaixo das sombras quentes de Verão

ou simplesmente,
palavras rápidas e estimulantes deixadas no gravador,
que poderia muito bem ter sido o nosso.

Apesar de tudo isso,
das minhas melhores recordações,
evitei perder de vista toda a bagagem,
ou os passos demorados que poderíamos ter dado debaixo da chuva,
ou o aroma de sal dos nossos corpos se tivéssemos percorrido a areia de todas as praias.

Mas mesmo assim,
no final de todas as contas por pagar,
cravei no meu coração a ilha onde fui feliz.

Porque também sei ser feliz,
no meio de um dia qualquer, mesmo que não o de uma Quinta-feira.
E sei do
sabor da última fatia de felicidade que teria saboreado, se eventualmente estivesse estado lúcida nesse meu sonho, ao teu lado.

1 Comment:

  1. ring said...
    E as fotografias onde estao?

Post a Comment





Copyright 2006| Templates by GeckoandFly modified and converted to Blogger XNL by Blogcrowds and tuned by Bloom * Creative Network.
No part of the content of the blog may be reproduced without notice and the mention of its source and the associated link. Thank you.