Porque quem as gaitinhas dobram

Por entre a vasta planície de títulos da editora Campo das Letras podemos encontrar, na área da literatura infantil, uma colecção denominada NOVOS ILUSTRADORES. Aqui são apresentados os novos talentos da ilustração em Portugal que se juntam, numa mistura híbrida, mas ao mesmo tempo homogénea, à tradição do conto português. São oito os títulos publicados até agora. "A Gaitinha Mágica" de José Viale Moutinho é um deles, o ilustrador neste exemplo puro de criatividade, tanto na adaptação escrita como no traço, é Pedro Nora.

Contista por excelência, José Viale Moutinho, trabalha a palavra com a memória, nesse encanto que sobra do tempo e que se reveste de ritmo e de humor. O necessário para atrair a imaginação fértil de uma criança. Nome do jornalismo, que ao longo de muitos anos exerceu no Diário de Notícias, tem um incontornável trabalho literário já referenciado por outras distinções, nomeadamente o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco, da Associação Portuguesa de Escritores e mais o Prémio Edmundo de Bettencourt, atribuído ao livro de contos "Já os Galos Pretos Cantam" (Caminho, 2003), galardão promovido pela Câmara do Funchal, cidade onde o escritor e jornalista nasceu.
Investigador de temas históricos e de alguns dos maiores vultos das letras portuguesas, ficcionista e poeta com uma linha estética próxima do «realismo mágico», José Viale Moutinho aparece em varíadissimas edições no domínio da literatura infanto-juvenil. Mas também em outras áreas literárias que são exemplo o volume "Camilo Castelo Branco: Memórias Fotobiográficas", "Os Melhores Contos Portugueses do Século XIX. Na forja estão sempre mais romances e novelas.

Terminada a gaitinha, levou-a aos lábios e soprou. Saiu um som esquisito, pelo que ele teve de lhe dar mais uns golpes. Levou-a de novo aos lábios e então soou uma melodia que ele logo viu não ser apenas obra sua. Ali havia magia! A música saía-lhe tão linda e animada da gaitinha que acabava de fazer, que ele a tirou da boca e pôs-se a olhar para ela.
E olhou também para o lado, ficando a pensar que as duas canas e a cestinha, que levara para a pesca, não estavam no mesmo sítio. Era uma cana para a direita, outra para a esquerda e a cestinha dos peixes quase ao pé da água. E não vira quem fizera aquilo, tão entretido o Pedro estava com a sua gaitinha. Foi arrumar tudo e de novo pôs -se a tocar.
Então viu.
O que viu?
Pois que ao som da música, as canas, a cestinha, mesmo as folhas das árvores, tudo o que não estava agarrado à terra, se punha a bailar por causa da música!
- Ora esta! Então, esta gaitinha...
Este livro, que se preparar para voar para Macau, é recomendado pela Meloteca - O Sítio da Música e das Artes em "Sugestões de Planificação para a Música no 1º ciclo". Esta colecção da Campo das Letras é um espaço onde novos ilustradores editam o seu trabalho.

Sobre o outro autor:
Pedro Nora nasceu em 1977, em Vila Nova de Gaia. É licenciado em Design de Comunicação-Arte Gráfica pela da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP). Em 1999, foi convidado a representar o departamento de Design da FBAUP, no Workshop de Arte Pública Sites & Situations, na Willem de Kooning Academy Rotterdam, em Roterdão. É autor dos livros "Metamorfose" de Franz Kafka (Íman Edições, 2001); "Chapéus e Sombras – livro de esboços" (Mundo Fantasma, 2004) e co-autor com David Soares da edição francesa do livro "Mr. Burroughs" (Fréon + Amok – Frmok, França, 2003). Tem publicado ilustrações em diversas revistas de banda desenhada e é, desde 2002, co-editor da revista semestral especializada em BD, "Satélite Internacional". Trabalha, desde 2003, na agência Bmais Comunicação.

"A Gaitinha Mágica" de José Viale Moutinho e Pedro Nora
Campo das Letras • ISBN: 9726107326 • Ano de Edição: 2003

1 Comment:

  1. Velho Ilustrador said...
    Tudo bem, gosto do sítio, mas esse título é um bocado obsceno!

Post a Comment





Copyright 2006| Templates by GeckoandFly modified and converted to Blogger XNL by Blogcrowds and tuned by Bloom * Creative Network.
No part of the content of the blog may be reproduced without notice and the mention of its source and the associated link. Thank you.